segunda-feira, 19 de julho de 2010

Família XXL

Adorava ter uma família grande, com uma casa a borbulhar de vida, de gargalhadas, de brincadeira e de harmonia.

Sonho com Natais em que a mesa é a perder de vista e só o calor humano chega para encher o nosso coração.

É desejo meu e do R. ter gémeos, e mesmo que a vida não nos proporcione tal desejo gostaríamos de contribuir para a natalidade da forma mais consciente possível.

O problema é que vendo um episódio desta família, em que foram brindados com Gémeas e depois com Sêxtuplos, quase me dá uma coisinha má.

Oito filhos quase da mesma idade?! Ele é a guerra dos biberons, das chupetas, das fraldas, dos dentes, dos primeiros passos, das papas, dos penicos, das viroses...tudo a multiplicar por oito! E pronto o amor também é a multiplicar, e os mimos e tudo e tudo MAS não deixa de ser esgotante.
E o espaço que oito crianças precisam? Num T3 havia de ser muito engraçado de se ver.
Portanto a ideia dos gémeos mantém-se...mas encerramos as contas nos três.

2 comentários:

  1. Pois é, 8 é dose, mas não deixa de ser uma família linda:) Bj:)

    ResponderEliminar