quarta-feira, 29 de junho de 2011

Apelido...

Não adoptei o apelido do meu marido no casamento, simplesmente porque o meu nome é um verdadeiro comboio e acrescido de mais um apelido ficava no mínimo exagerado. Ainda ponderei durante umas semanas se sim ou não, mas entretanto a verdade é que chegamos ao dia de tratar da papelada e continuávamos a achar que ficava feio e que não havia necessidade, pelo que ficou assim.

Desde aí surgiram algumas situações caricatas. A primeira foi logo na lua de mel, em que toda a papelada vinha com Mr. and Mrs X (o meu apelido), o R. passou 10 dias a ser tratado pelo meu apelido enquanto barafustava entredentes em português para ninguém entender. Mas para os senhores o apelido era igual para o casal e mais nada.
A última situação foi hoje, quando na lista de confirmações para um evento fui brindada com Sra. Y e achei que não estava na lista pelo que refilei. Quando recebi o email a confirmar que eu era a tal Sra. Y lá fiz uma enorme ginástica mental até perceber que o Y era o apelido do R. E pronto passei uma vergonha, mas ainda me ri de mim própria e pedi desculpa pois não me identifiquei com um nome que no fundo não é meu.
E já estou a imaginar a cara de gozo do R. quando lhe contar o sucedido e os olhinhos a brilhar de glória.

1 comentário:

  1. Eu também não tenho o apelido do marido...prefiro o meu ;)

    ResponderEliminar